Vinhos graníticos (Folha de SP)

by

folhaVinhos graníticos

Um dia, olhando um mapa de geologia, reparei que muitos dos vinhos que considero de grande qualidade estão sobre solos graníticos.

Se é coincidência, não sei.

A discussão da influência do solo no estilo do vinho está a eras geológicas de distância de terminar. Mas acho interessante olhar para os vinhos a partir da terra que os originou.

Em Portugal, a região do Douro é conhecida pelos xistos e pelos grandes tintos. Mas se você não se detiver nas encostas e subir aquelas paredes íngremes até o topo, verá: lá afloram granitos antiquíssimos.

Como o solo e o clima são frescos demais para as tintas, dali vêm os brancos gordos e minerais, menos conhecidos, do Douro.

Mais a noroeste, toda a costa marítima espanhola também se beneficia destes solos. Vinhos brancos vivazes e brilhantes são produzidos na denominação de origem Rías Baixas.

Na França, o tinto de Beaujolais é mais lembrado pelo seu estilo “nouveau”, um vinho para ser consumido jovem que pode ser delicioso. Mas há muito mais na região.

Não podemos nos esquecer de que também há dez Crus, ou comunas, que produzem vinhos de estilos peculiares, e essa diversidade baseada em diferentes formações graníticas me faz amar o Beaujolais como um todo.

E longe da Europa, na África do Sul, solos de granito formados há milhões de anos são o berço de uma nova região vitivinícola maravilhosa: Paarl. O nome, “pérola”, refere-se à montanha de granito que circunda a região e abriga tantos vinhedos.

Estas vinhas nas encostas se alimentam de granitos e xistos quebrados, resultando em brancos frescos e tintos firmes e frutados que merecem atenção.

PACO E LOLA 2011
Intenso, bem maduro, com notas de licor de maçã. Na boca é muito expressivo, cheio e refrescante
Origem Rías Baixas (Espanha)
Quanto R$ 110
Onde Almería (tel. 0/xx/11/3492-3204)

SPICE ROUTE SAUVIGNON BLANC 2012
Aromas que mesclam frutas cítricas e amarelas e algo de hortelã. Boca sequinha e fresca
Origem África do Sul
Quanto R$ 90
Onde Ravin (tel. 0/xx/11/5574-5789)

ALTANO BRANCO 2010
Frutado e floral, mas também lembra pedras molhadas. Frutado em boca, fresco e bem longo
Origem Douro (Portugal)
Quanto R$ 56
Onde Mistral (tel. 0/xx/11/3372-3400)

BEAUJOLAIS LES BALMES 2010
Frutado, lembra ameixa preta e algo de argila ou terra. Fresco e leve, pode ser tomado fresco em dias quentes
Origem Dominique Piron (França)
Quanto R$ 55
Onde Tastevin (tel. 0/xx/21/2633-8866)

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “Vinhos graníticos (Folha de SP)”

  1. Hilton Beckhauser Says:

    Obrigado
    Enviado do meu BlackBerry® da TIM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: