Malbec de onde? (Folha de SP)

by

folha

Malbec de onde?

Anos atrás, escrevi um texto indignado intitulado “As mentiras que os homens (do vinho) contam”. Isso porque, no site oficial dos vinhos da Argentina, afirmava-se (erroneamente) que, apesar de a uva malbec ser originária da França, ela nunca havia encontrado as “condições ideais como encontrara aos pés dos Andes” e que “em outras regiões ela só era usada para dar cor aos vinhos”.

O texto não está mais lá, ainda bem. A uva existe, sim, em outros lugares e brilha especialmente em seu berço, a região de Cahors. Não se trata de ser um vinho melhor ou pior do que o argentino. É diferente.

De maneira geral, um vinho de Cahors tem aromas de anis e pimenta-do-reino e é menos frutado. É comum que seja mais seco e tenha taninos mais pronunciados.

Em Mendoza, de onde vem a maioria dos vinhos argentinos, o clima é quente, quase desértico, dando vinhos ricos, frutados e alcoólicos.

Tanta exuberância não é comum em Cahors. O clima é mais atlântico, com umidade no ar. Ventos mornos do Mediterrâneo ajudam as uvas a amadurecerem até o final do verão. O rio Lot, que passa no meio da região, tempera o clima, que nunca terá extremos de frio ou de calor.

Na França, não é hábito colocar o nome da uva no rótulo. Para eles, a uva não determina o estilo do vinho. Uma denominação de origem (nesse caso, Cahors) quer dizer: esse vinho vem de um certo clima, de um certo solo e é feito com certas uvas por homens que carregam uma cultura. Todos esses fatores conferem à bebida identidade única.

Hoje, franceses tentam recuperar o espaço (e o tempo) perdidos, comunicando de maneira mais óbvia que Cahors é feito com malbec.

CHÂTEAU LAMARTINE 2009
Toque de pimenta-do-reino e anis, algo terroso. Bem seco e tânico
QUANTO R$ 82,18
ONDE Premium (tel. 0/xx/11/2574-8303)

CHATONS DU CÈDRE 2008
Bem típico. Cheiro de vermute e flor seca. Seco em boca, pouca fruta, pede carnes gordas
QUANTO R$ 51
ONDE World Wine (tel. 0/xx/11/3085-3055)

PURPLE THE ORIGINAL MALBEC 2011
Bem frutado e com notas de pimenta-do-reino e anis. Taninos intensos, mas finos e doces. Seco e firme
QUANTO R$ 63,25
ONDE Decanter (tel. 0/xx/11/3702-2020)

PIGMENTUM MALBEC 2011
Bem frutado, lembra o estilo argentino. Cheio em boca
QUANTO R$ 58,71
ONDE Vinci (tel. 0/xx/11/3130-4500)

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: