Mais critério na escolha de rosés (Folha de SP)

by

folha

 Mais critério na escolha de rosés

Uma degustação às cegas com especialistas mostrou que os vinhos rosés mais comprados em quatro supermercados paulistanos não são os melhores exemplares da categoria.

O que isso nos revela? De certa maneira, explica a bola de neve iniciada há algumas décadas com a importação de péssimos exemplares de vinho e o consequente preconceito do consumidor em relação ao rosé.

Por volta dos anos 70, muito rosé de baixa qualidade foi importado para suprir a demanda de um consumidor curioso pelo que, até então, era novidade. O rosé trazido era levemente adocicado e com poucos aromas.

Aos poucos, esse vinho virou sinônimo de bebida que não precisa ter nenhum atributo, a não ser sua cor atraente e seu bom preço. Produtores entenderam o recado e passaram a produzir quantidades industriais de vinho de qualidade questionável.

Muitos consumidores brasileiros acham que vinho rosé “não é vinho”. Se for mesmo para escolher um dessa categoria, o consumidor tende a não ser exigente -a não ser pelo preço baixo.

E a bola de neve está formada: os mais consumidos são de má qualidade porque são muito baratos. E, por isso mesmo, não entregam nada muito interessante. A história só vai mudar se o consumidor mudar.

Para escolher o rosé, também precisamos ser criteriosos e não olhar apenas o preço (veja sugestões abaixo). Dê preferência aos produtores cuidadosos, mesmo que isso custe uns reais a mais.

Janeil Rosé de Syrah 2011
Floral e muito delicado
QUANTO R$ 49
ONDE Zahil (tel. 0/xx/11/3071-2900)

Clos la Neuve Cuvée Passion 2011
Lembra pêssegos, fresco e leve
QUANTO R$ 67
ONDE Santa Luzia (tel. 0/xx/11/3897-5000)

Modello Venezie rosé 2010
Frutado leve, refrescante
QUANTO U$ 27,90 (cerca de R$ 55)
ONDE Mistral (tel. 0/xx/11/3372-3400)

Quinta do Vallado Touriga Nacional Rosé 2010
Aroma frutado, intenso na boca
QUANTO R$ 74,90
ONDE Cantu (tel. 0/xx/11/2144-4450)

Tags: , , , , ,

3 Respostas to “Mais critério na escolha de rosés (Folha de SP)”

  1. Nilson Cesar Says:

    A comparação foi um tanto desleal. O mesmo que colocar uma BMW com um fiat 147..
    No mercado brasileiro abundam roses de alta qualidade em diversas faixas de preço. Faltou critério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: