Elegância vinda da Rioja

by

(to read in english, please scroll down)

Finca Nueva Tempranillo 2007

Este vinho é o novo projeto do enólogo da a Finca Allende, Miguel Ángel de Gregorio. É uma espécie de ateliê de criação dele, onde aplica todo seu conhecimento de anos na super tradicional finca.

É um vinho bem elegante e nada explosivo. No começo é um pouco alcoólico, depois abre mostrando toques de frutas, cereja fresca, um toque refrescante de capim cidreira e chá. Na boca é beeem elegante. Tem ótima acidez, é fresco, molinho em boca, com taninos finos que se dissolvem. Fica um sabor longo, lembra chá, ervas, não se sente o álcool que está presente apenas dando cremosidade. Está no ponto, não deve passar muito, pois já perdeu a fruta e não vai ganhar mais com o tempo em garrafa pois é um es vinho de estilo  “joven” , pra ser tomado novo.

Ficou ótimo com queijo manchego, justamente porque não é muito encorpado ou amadeirado ou frutado ou nada demais…tudo equilibrado. O queijo ficou com uns toques de frutos secos mais evidentes. Eu faria mais: pegaria um pão, esfregaria um bom tomate (que praticamente não existe no Brasil), colocaria uma fatia de queijo manchego e uma de jamón serrano e passaria o dia todo tomando vinho e comendo esse bocado…que tal ?

E o rótulo é a coisa mais linda. Dá uma olha. Aqui dá pra ver melhor.

 Elegance coming from Rioja

Finca Nueva Tempranillo 2007

This wine is the new project of the winemaker Miguel Ángel de Gregorio of Finca Allende. It’s a kind of a creation lab of his, where he applies all his knowledge of years at the very traditional Finca.

It’s a very elegant wine that is not at all explosive on the nose. It is a little alcoholic at start, then it opens to touches of fruit, fresh cherries, a fresh touch of lemon grass and tea. On palate it is really elegant. It has excellent acidity, is fresh, soft on palate, with fine tannins that dissolve. The taste lasts long, reminders of tea, herbs, one does not feel the alcohol that is only present in the creaminess. It’s at the right point, it shouldn’t remain in bottle longer, it already has lost the fruit and nothing will be added with more time in bottle as it is a wine with a “young” style to be drunk new.

It was great with Manchego cheese, precisely because it is not very full or woody or fruity nothing over….very balanced. The cheese got touches of dry fruit more evident. I would do more: take a piece of bread, spread on it a good tomato (practically non existant in Brazil), a slice of the Manchego and a slice of Serrano ham and spend the day drinking wine and eating this mouthful…how about it?

The label is very beautiful.Take a look!

4 Respostas to “Elegância vinda da Rioja”

  1. ANTONIO MATOSO FILHO Says:

    Uaauuu!!!
    Me senti em Madri, devido à sua descrição!! Na falta de um bom tomate autêntico, talvez um tomate cereja resolva parcialmente. Obrigado pela dica. Vou ligar lá na importadora porque acredito que os vinhos deles não não se encontram nas prateleiras de Brasília.
    Mas onde você acha queijo manchego no Brasil, ô criatura????
    abs

  2. eduardoabreu Says:

    Sim, depois disso tudo, uma volta a Madri e uma paulada no tomate nacional, a gente compra essa delícia onde mesmo? abç

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: