Excellence lança Rosé

by

Hoje, no almoço, a Chandon Brasil lançou o Excellence Rosé. A Excellence, como o nome diz, é um ícone do espumante brasileiro. Sem sombra de dúvida o trabalho sério e rédea curta de Philippe Mével ficam impressos no vinho que beira a perfeição. Seguindo a mentalidade séria e de busca de um vinho com altíssimo nível Philippe construiu o conceito de Excellence. Primeiro, as uvas, para serem colhidas precisam estar em um nível de maturação perfeita.

Logo, a seleção de vinhos base é muito rigorosa, tanto o que veio da safra mais recente como os  de reservas de outras. Eles são avaliados por um grupo de degustadores que devem concordar sobre o altíssimo nível de todas as amostras, sem concessões (“se algum dos degustadores dos vinhos base tiver uma mínima dúvida sobre algum dos vinhos-base que estão sendo degustados, ele é imediatamente descartado do corte final do vinho”).

O tempo de contato com as leveduras duplicou desde a criação de Excellence até hoje – antes era de 6 meses, hoje é de um ano. E o vinho, depois de ter abosrvido toda a informação aromática do contato com as leveduras, assim como estrutura em boca, fica mais 12 meses em garrafa antes de sair ao mercado.

Todos estes conceitos de busca de excelência foram aplicados ao Rosé. Ele é composto de Pinot noir e Chardonnay. Uma parte do Pinot noir é vinificada em tinto e o escolhido foi o da safra 2008. O restante é Pinot noir vinficada em branco e Chardonnay de 2002 e 2005.Eles começaram com 15 lotes, provaram as mais diversas variações e, no vinho final, entram de 5 a 6 lotes de base.

Antes que vocês me perguntem, o método de produção é Charmat. E, antes que vocês se perguntem: porque charmat e não método tradicional, respondo com palavras do professor Mevel “porque aqui não importa tanto o método e sim a qualidade das uvas que colhemos no vinhedo”.

Resultado: aroma bem fechado e maduro. Abre com umas notinhas tostadas, lembram carne e uma trufinha. Demora, mas mostra fruta, principalmente se servido em uma taça um pouco maior que a flute. Na boca é absurdamente cremoso, fresco, com muita estrutura, final amarguinho lembrando caramelo. Ficou fenomenal com uma salada de figos frescos, queijo St. Agur e macadâmias do Duí, onde rolou o almoço.

Não é um vinho leve e fresco. É um vinho denso que exige a presença de comidas saborosas, cremosas e densar. Não hesite em prová-lo com o melhor das carnes natalinas, cheias de molhos doces e saborosos.

A previsão de preço é de R$ 100,00

Tags: , , ,

3 Respostas to “Excellence lança Rosé”

  1. elsom Says:

    Fiquei com bastante vontade; será que estará à venda antes do Natal? E em relação ao preço, vc considera justo?
    Abs

    • sommelierprofissional Says:

      Oi Elsom. Espero que esteja à venda antes do natal, né? se não, qual o sentido? Não sei onde vendo, creio que nos pontos de venda habituais, que já tenham outros produtos deles. Eu gosto muito da Galeria dos Pães, em SP, que aplicam margens justas. Em relação ao preço, não sei se é justo. Conheço o trabalho exigente do Philippe Mévél, que não deixa que aumentem a produção para suprir o mercado em razão de não perder a qualidade. Sei também das dificuldades que o mau tempo tem causado. Portanto, é difícil mensurar. De todas as maneiras, é um vinho caro.

  2. elsom Says:

    Esqueci de perguntar, caso já esteja à venda, onde encontrá-lo.
    Obrigado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: