Resolvida a questão do “combinado japonês”

by

Sexta feira fui pedir um combinadão japonês porque estava com vontade de comer um arroz gostoso e um peixinho cru.

Pedimos em um restaurante aqui do lado que, apesar de não ser grande coisa, garante um peixinho fresco. Aí tinha salmão (urgh), atum, serra, buri, linguado, enfim estava variado. Fora o inconveniente dos sushis com morango e cream cheese e os fritos, foi tudo bem.

Mas o ponto aqui não é o que veio no combinado e sim que era um combinado típico paulistano. Com vários tipos de peixes, em vários formatos, sushis e sashimis, vocês entendem.

E veio a solução. Eu tinha em casa um vinho branco da Austria,feito com a uva gruner veltliner, típica de lá. Ele estava fora de geladeira, mas fazia frio naquela noite, então ele estava fresco. Ficou perfeito. Não é um vinho muito frutado, aliá, nada frutado. Ele tem umas notas que lembram orvalho, margarida, caule,  entendem? Lembra algo fresco e salgadinho. Na boca é cremoso, também meio salgado e picante, sem muita acidez.

O mais importante na combinação, notei, foi realmente a temperatura do vinho estar igual à dos elementos do prato. Eles ficaram muito parecidos em termos de sabor e, com a temperatura, combinaram perfeitamente. Fica a dica. Este que tomei é da Mistral. Grüner Veltliner leicht und trocken 2007 do Wilhelm Bründlmayer.

Tags: , ,

4 Respostas to “Resolvida a questão do “combinado japonês””

  1. claudia Says:

    Incrível essa dica do vinho branco aberto na temperatura ambiente! Adorei!

    Acbo de ver algo interessante no UOL para combinar com sashimi!!!!

    Champagne mais antigo do mundo é degustado na Finlândia

    MARIEHAMN, Finlândia, 17 Nov 2010 (AFP) -O champagne mais antigo do mundo, uma bebida de dois séculos de idade descoberta este ano nos restos de um barco afundado no mar Báltico, tinha poucas bolhas e apresentava um forte odor acre, observou nesta quarta-feira um jornalista da AFP, que participou da degustação.

    Depois de desmentir a notícia por ocasião da descoberta da bebida, a vinícola Veuve-Cliquot reconheceu em um comunicado publicado nesta quarta-feira que três ou quatro das 168 garrafas encontradas levavam seu rótulo.

    A grande maioria das garrafas foram fabricadas pela Juglar, vinícola hoje desativada.

    Cerca de 100 apreciadores da bebida e jornalistas assistiram à abertura de duas garrafas.

    Uma vez retiradas as rolhas com extremo cuidado, um forte cheiro ácido se espalhou pela sala. Servido nas taças, o espumante apresentou poucas bolhas.

    Exploradores suecos descobriram as garrafas em julho na costa da Finlândia, perto do arquipélago autônimo de Aaland, onde as autoridades organizaram a degustação.

    As garrafas estão em perfeito estado de conservação e aparentemente faziam parte de um carregamento de champagne enviado pelo rei da França, Luis XVI, à corte imperial da Rússia.

  2. Alexandre Tatsuya Iida Says:

    Boa Ale!! Deve ficar em bom tom, um vinho branco, não frutado e seco, já que o sushi é mais doce e o arroz levemente ácido. Limpa bem a boca, de um peixe para o outro, e equilibra bem.
    Se me perguntar se combina com sake, não!! O fermentado de arroz, acentua o sabor do arroz, e rouba a sutileza, principalmente dos peixes brancos!!
    Legal o post!!

    Beijos

    • sommelierprofissional Says:

      Visita célebre del Adegón!!! Adorei. Dependendo do sake, vai sim. mas é importante esse negócio da temperatura, viu, muito importante. talvez para os brancos temos que usar um sake mais delicado e refrescado. Para os peixes mais gordos e fortes, um sake mais secão e tomado em uma temperatura mais alta. VAMOS FAZER O TESTE??? mil beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: