Vinho ruim, vinho bom

by


Sexta à noite abri um vinho que trouxe de Israel, da Carmel, chamado Private Collection. Ele é o vinho mais simples da casa e o vendedor me disse que ele era um super custo benefício. Ele mentiu. O vinho custava 32 xequels (acho que dá uns 15 reais) enquanto que uma outra linha deles, que custava 35 xequels  (a linha Appellation) é absurdamente superior e muito mais vinho por pouca diferença de dinheiro.

Enfim, abri o merlotzinho que até tem a carinha do Baron Edmond de Rotshchild no rótulo como homenagem, já que foi ele que fundou a Carmel. Poderiam ter feito a homenagem em um vinho um pouco melhor. Pouca fruta, álcool, diluidinho, simples demais, sem extrato, sem sabor, mas com um bom frescor, apesar do álcool. Não tinha estrutura, mas o pior era não ter extrato, ou, o sabor da fruta, um mínimo de suculência.

Bom, eu adoro costela. E faço uma muito boa. Coloco no forno coberta com papel alumínio e quando está amanteigada, tiro o papel e ela fica crocante por fora.

Como eu gosto de comer “gororoba style”, eu coloco, junto com a costela, um monte de coisa. Pus couve flor e cebolinha junto. No prato, misturei com alface fresquinha para dar uma crocância e frescor para as costelas gordurosas e a couve molinha.

E não é que aí o vinho apareceu? Veja, não é que ele se transformou num vinho do Margalit (um top israelense). Ele mostrou, principalmente na boca, uma fruta que não tinha sentido, uma estrutura que acompanhou bem o prato e uma “simpatia” que ele não tinha antes. Não adianta: harmonização é só na prática.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: