Lendas do Vinho

by

Inventaram, por algum motivo que desconheço, que alcachofra não combina com vinho, ou, é difícil de harmonizar. Bom, talvez não seja o ingrediente mais fácil. Mas não é impossível. Esta é uma das lendas da harmonização como a de que chocolate não vai com vinho. É tudo um questão de achar o vinho certo. Ontem à noite, tive uma boa surpresa, aconteceu por acaso.

Em junho, tive a oportunidade de conhecer Marie Calderón, que me visitou aqui em minha escola, e tem um vinhedo de Pago (classificação mais alta no sistema de denominação de origem na Espanha). Além dele, ela tem um vinho de Jumilla, chamdo Gi. Basicamente (e, coincidência, já que falei há poucos dias da monastrell) é um vinho feito de Monastrell nessa região de Jumilla, em Murcia. Fruta preta muito madura e tabaco. Na boca é firme, tem um pouco de álcool, sobretudo tem muito extrato, muita fruta, e um finalzinho amargo e frutado. Este vinho ainda não existe no Brasil, mas vocês podem usar estilos de vinhos parecidos, outros vinhos de Jumilla, ou até de Yecla.

Pois bem, foi esse vinho que tomei com um pote de deliciosas alcachofras caseiras que ganhei de um aluno meu. Acho que o segredo é que elas estejam conservadas em óleo e não em vinagre. Fica um sabor pouco comum na boca, mas longe de ser desagrádavel. Lembra algo meio refrescante, meio picante. Acho que se for uma receita gratinada, com queijo, no forno, pode ficar mais interessante ainda.

Fica a dica para o final de semana.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: