Mais da Grécia

by

Eu sei, eu sumo e vocês ficam sem me visitar. Desculpem-me. Eu sou do tempo onde as pessoas falam quando têm algo a dizer e muitas vezes não tenho nada para contar…talvez blog não seja meu forte. Obrigada por lerem até aqui.

Passei o final de semana com feriadão de 9 de Julho degustando coisas de Grécia. Um foi o Naoussa do Tsantalis. Naoussa é uma região vinícola na Macedônia, como uma denominação de origem (OPAP),  ao norte, no continente. A uva é a local Xynomavro. A região fica nas encostas do monte Vermion. Apesar de estar pertinho do mar, estamos falando de um climão de estilo mais continental, fresco. A xynomavro é conhecida por seus vinhos encorpados e ricos. Este que tomei é ultra interessante, com notas de vermute e ameixa preta seca, tudo bem maduro . Na boca tem ótimo volume, é cremoso, bem tânico, firme e ácido, para quem gosta de força, já que tem um final alcoólico. Para quem gosta de uvas autóctones e sabores fora do padrão, é imperdível.

O outro foi um de Halkidiki (você pode encontrar também escrito como Chalkidiki), do mesmo produtor. As uvas são Limnios e merlot. A Limnios, como seu nome sugere, vem da ilha do mesmo nome no mar Egeu (só que lá ela é conhecida como Kalabaki). Enfim, a uva demora para amadurecer, é bem difícil de cultivar e dá para perceber isso no vinho, apesar da presença apaziguadora da merlot. O vinho tem um nariz interessante de morango e ervas secas, mas é magro e picante em boca, com álcool pronunciado e, apesar de ser interessante pelo seu estilo “não internacional”, qualitativamente falando, posso afirmar que falta um pouco de cremosidade – ele é meio pontudo. Aí abaixo o rótulo, que indica também a localização de Halkidiki dentro da Macedonia.

5 Respostas to “Mais da Grécia”

  1. Alessandro Garcia Says:

    No natal de 2009, durante uma de suas degustações, Alessandro Garcia, Sidney Garcia e Claudio Frazão (Respectivamente), incentivados pelos presentes, tiveram a ideia de criar uma instituição para defender, cuidar e discutir os assuntos relacionados as rolhas, em especial as tradicionais rolhas de cortiça cuja fabricação tem sido ameaçada, pela crescente substituição por rolhas de plástico, em decorrência do intitulado desenvolvimento sustentável com a preservação da natureza. Mas como aceitar essa substituição com sensível prejuízo ao sabor do vinho e suas tradições? Então, por que não reciclar as rolhas de cortiça. Seria esse o caminho? Então se instituiu a ONG DA ROLHA – Ano I.
    http://ongdarolha.webnode.com.pt/

  2. elsom Says:

    Olá Alexandra, andei tomando alguns brancos e tintos da Grecia e queria me aprofundar; vc pode dizer onde encontrar os vinhos degustados e seus preços? Obrigado

    • sommelierprofissional Says:

      Olá Elsom. Pela informação que tenho, a maioria dos vinhos gregos desta lista são importados por um empório de BH, mas ser você mora em SP, pode encontrá-lo no Sam’s Club ou no Carrefour. eu já vi também na Imigrantes bebidas, na Mistral e na Vinci há alguns produtores. Abraço

  3. Joana Says:

    Alexandra, o Naousa reserva achei no Sam´s club, mas como não era socia, tive que pedir para uma amiga que é, para ir comprar comigo. la achei um outro Mavrodaphne, não o Reserve, mas do mesmo produtor. compramos também, minha amiga e eu. adoramos os tres, o Chalkidki também estava muito bom. acabei tirando a carteirinha de socia no Sam´s para poder comprar, até fiz uma reunião em casa e chamei uns amigos, alugamo o Mamma Mia e foi tudo de bom. viajamos literalmente. Mais uma vez, suas dicas são sempre bem vindas. que bom que voce comenta ao mesmo tempo que ensina de onde eles vem e como beber. é uma verdadeira aula. beijo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: